Acessibilidade

Em Coari, prisões aumentam 46% com operações intensificadas nos rios

Operações integradas para o combate ao narcotráfico, patrulhamento ostensivo e preventivo realizados pelo 5º Batalhão da Polícia Militar do município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) resultaram no aumento de 46% no número de detenções e na redução de 58% no número de homicídios na cidade.

De janeiro a abril deste ano, foram realizadas 502 detenções de indivíduos envolvidos nos crimes de tráfico de drogas, lesão corporal, roubo, furto e homicídio. Com foco em desmantelar grupos criminosos envolvidos em pirataria e tráfico de drogas, os policiais militares realizaram 11 operações, apreenderam 79 armas de fogo, 481 quilos de entorpecentes e 10 lanchas utilizadas para cometer crimes foram apreendidas.

No ano passado, foram realizadas sete operações, 22 armas de fogo foram capturadas e três quilos de entorpecentes foram apreendidos no mesmo período.

De acordo com o comandante do batalhão, tenente-coronel Pedro Moreira, as operações são realizadas de maneira integrada com a Polícia Civil e também com a Polícia Militar de Tefé e são voltadas a zonas Rurais, onde há forte atuação de pirataria de rio.

“A maioria das prisões realizadas são de piratas de rio, assim como as apreensões de armas são de grosso calibre como: fuzis, rifles, espingarda. Esse ano, as operações foram intensificadas com o apoio da SSP, PC, por meio do Departamento de Narcóticos (Denarc), e obtivemos êxito em todas as operações”, informou.

O comandante disse, ainda, que as operações serão intensificadas. Além do trabalho preventivo e ostensivo, os policiais militares desenvolvem o programa antidrogas Proerd. “Em 2018 foram três mil e esse ano 1,6 mil de crianças já passaram pelo Proerd”, disse.

Segundo o tenente-coronel, o batalhão visa implantar o projeto Ronda Escolar e um programa de assistência militar nas escolas. Para denúncias ao Batalhão da PM, em Coari, é possível ligar para os telefones (97) 99182-4473 ou (97) 99176-0597.